Menu English version
Blog Infra como Código

Instruct realiza programa de bolsas Girls on Puppet em São Paulo

Representatividade feminina no mercado de TI importa - e nós queremos fazer parte dessa mudança

A Instruct realizou, entre os dias 5 e 7 de junho, o treinamento Puppet Fundamentals com as alunas selecionadas pelo programa Girls On Puppet. O projeto selecionou 16 profissionais femininas de TI e concedeu bolsas integrais para todas as participantes, com o objetivo de estimular a participação e a capacitação de mulheres no mercado de automação e DevOps.

A iniciativa, idealizada por Guto Carvalho, sócio da Instruct, surgiu depois de uma auditoria interna: entre as centenas de profissionais treinados ao longo dos anos, apenas 5% foram mulheres. Ele identificou que a lacuna de mulheres de TI nas empresas se refletia nas classes: “Treinar times predominantemente masculinos gerava muita reflexão – pós treinamento – sobre o desequilíbrio do mercado. Havia o desejo de tentar de alguma forma corrigir esse desequilíbrio. Conversando com meu sócio concordamos em atuar para expor essa situação de pública, transparente e tentar amenizar essas estatísticas de alguma forma”. O projeto foi planejado durante meses e envolveu diversas áreas e colaboradores (as) da Instruct.

 

“A participação feminina nesse mercado é tão pequena que é quase uma lenda. Iniciativas como essa trazem tanto o importante benefício da visibilidade, quanto a capacitação das profissionais de TI. Promover encontros entre estas profissionais é um grande incentivo para continuarmos evoluindo nesta área!” – Loiana Marine Gomes, aluna do Girls On Puppet

 

Fotos do treinamento Girls On Puppet

 

Girls On Puppet - 2018

 

O treinamento

As alunas foram recepcionadas no centro de treinamento em São Paulo por Miguel Di Ciurcio, sócio-fundador da Instruct e consultor certificado da Puppet. Durante os três dias de treinamentos, foram abordados inúmeros tópicos relacionados ao gerenciamento correto de uma infraestrutura. Ademais, foi utilizado o controle de versão Git para que um workflow dinâmico de produção fosse criado. As alunas aprenderam também as melhores práticas para utilizar as classes e os módulos disponíveis no Puppet para solucionar desafios complexos dos seus times.

A experiência de ministrar uma classe apenas para mulheres foi inédita para o time da Instruct. Miguel destaca a importância da troca de conhecimentos e experiências no treinamento: “Uma turma motivada faz toda a diferença! Eu fui muito questionado e isso é o que faz o treinamento ser único. Cada participante contribui com sua realidade nas perguntas e enriquece a experiência de todas. Das centenas de pessoas que já treinei, essas meninas ficarão na minha memória.”

No final do treinamento, as alunas receberam um presente surpresa: entregamos vouchers para que elas possam realizar a Prova de Certificação Puppet gratuitamente.

 

“A participação de mulheres em automação de TI está aumentando, mas a equalização com o público masculino ainda é um desafio. Iniciativas como o Girls on Puppet são importantes tanto para encorajar garotas que estão entrando no mercado de TI, quanto para quem já está na área e deseja aprimorar suas habilidades.” – Paula Castro, aluna do Girls On Puppet

 

 

Participação no mercado de trabalho

O mercado de TI no Brasil ainda é predominantemente masculino: apenas 6% dos profissionais de TI são mulheres (segundo as companhias de recrutamento Revelo e Workana). Para incentivar a qualificação técnica e a ascensão das profissionais femininas, (principalmente no setor de automação e DevOps) decidimos realizar uma edição Pro Bono do treinamento Puppet Fundamentals.

Sabemos que é um gesto pequeno, mas para nós extremamente significativo. Esperamos que esta ação sensibilize outras empresas a realizar programas similares e que isso se espalhe, de modo a disseminar o conhecimento em muitas outras áreas.

A Instruct tem como uma das prioridades o estímulo à participação na comunidade DevOps. Já produzimos inúmeros materiais gratuitos, ministramos palestras, patrocinamos eventos, etc. Nosso objetivo é auxiliar o crescimento da cultura DevOps no Brasil e a disseminação de pilares como o feedback, a automação e o compartilhamento de aprendizado entre os times. Em breve, divulgaremos novas iniciativas institucionais.