Menu English version
Blog Infra como Código

Os contêineres e a jornada DevOps

Entenda como os contêineres podem acelerar a adoção de princípios DevOps em seu time

Os contêineres, no processo de desenvolvimento, servem como um apoio ou suporte para a criação de código. Eles podem ajudar o software a ser mais organizado, eficiente e seguro.  

O DevOps, por sua vez, prioriza a aplicação de alguns determinados princípios em toda a organização, tais como mudança de cultura, automação, avaliação e compartilhamento.  O  principal motivo pelo qual seus princípios estão sendo cada vez mais adotados pelas organizações é porque eles ajudam a resolver problemas como:

  • Atraso na entrega de demandas;
  • Baixa qualidade do código;
  • Falhas e tempos de indisponibilidade extensos e frequentes.

 

No entanto, as necessidades de desenvolvimento e os desejos das organizações de TI podem dificultar a adoção dos princípios DevOps. É nesse ponto que os contêineres podem ajudar: eles permitem que os aplicativos sejam facilmente compartilhados e implantados com o uso de:

  • Ambientes consistentes e confiáveis;
  • Ferramentas previsíveis;
  • Implementações mais rápidas.

 

Em geral, os contêineres podem atuar como um idioma comum entre o desenvolvimento e as operações de TI. E, quando configurados corretamente, o time de operações pode utilizar os contêineres para criar ambientes melhores sem comprometer a segurança da organização.

 

Entenda as reais necessidades

Se você está pensando em adotar alguma solução que trabalhe com contêineres, é importante fazer uma reflexão baseada nas seguintes perguntas:

  • Onde as imagens dos contêineres serão armazenadas?
  • Qual contêiner ficará em cada servidor?
  • Qual tem capacidade suficiente para isto?
  • Como os contêineres serão monitorados?
  • O que será feito no caso de uma falha?
  • Como os contêineres se tornarão escaláveis?
  • Você possuirá grandes aplicativos que utilizam vários contêineres ao mesmo tempo?
  • Quais contêineres poderão acessar os outros?
  • Quais contêineres devem ser implantados juntos?
  • Como os contêineres podem ser limitados?
  • Como os contêineres podem ser encontrados?
  • Como lidar com o armazenamento persistente?

 

Ao responder a essas perguntas, você poderá identificar exatamente qual é o nível de preparação técnica que a sua organização tem hoje para iniciar a adoção dos contêineres no desenvolvimento e nas operações.

Além disso, talvez você perceba que precisa mais do que apenas alguns containers – um host e uma plataforma para gerenciamento e armazenamento persistente podem significar mais eficiência e segurança para o seu projeto.

Você sabe se a sua organização está pronta para, pelo menos, considerar o uso dos contêineres? Não devemos ajustar nossos processos para que eles se adaptem a uma determinada tecnologia, primeiro precisamos pensar no processo em si: escolha a metodologia que será utilizada e então, adote uma ferramenta que seja flexível o suficiente para se adaptar às necessidades da sua organização.

 

Quer saber mais sobre os contêineres?

Clique aqui para acessar o material gratuito produzido pela Instruct sobre o assunto 🙂 

 

Post desenvolvido em parceria com a Sonatype. O conteúdo tem base na palestra realizada por Chris Morgan, diretor técnico da RedHat, na conferência All Day DevOps em 2016.